segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Espaços de trabalho


Muitas vezes por força do que nos acontece na vida, precisamos mudar de rumo e até trabalhar em casa.

Se é o seu caso, se mudou de vida,  se trabalha em casa, se costura ou borda, se tem uma qualquer actividade a partir de casa, é essencial ter um espaço seu, onde os outros poderão entrar, mas que é o seu domínio, e onde desenvolve o seu trabalho.

Se tiver crianças em casa e se trabalha em casa, delimite bem o seu espaço e coloque em prateleiras altas, tudo o que possa ser perigoso para os pequenos.
Ao delimitar o espaço como seu, evita mais tarde a disputa desse mesmo espaço, mesmo sendo a dona da casa e obrigue as pessoas com quem vive a respeitarem esse espaço como de trabalho e de onde vem parte do sustento da família. Só assim conseguirá orientar-se.

Tenha um horário, para seguir as muitas tarefas que vai ser obrigada a ter e a dividir-se entre elas, mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora, etc.

Veja aqui umas quantas imagens de espaços de trabalho. Talvez lhe sugiram algo para o seu "cantinho", caso ainda não o tenha e caso precise de o ter. De outro modo, servem também para escritórios e áreas de estudo.

Nem todos podemos  ter uma divisão para nós, para o nosso trabalho. Mas existem vários truques que pode utilizar...por exemplo, se tem uma copa e se  estiver disposta a ter um horário de trabalho, das tantas às tantas  e particularmente se as crianças não estão em casa, use  o espaço, tendo o cuidado  de ter uma mesa apenas para si, onde colocar a máquina de costura, etc, ou demais  acessórios com que trabalha. Use prateleiras altas, como referi atrás, para guardar tesouras, agulhas, linhas,tecidos, moldes, etc. O mesmo com as lãs, os bordados e outras coisas com  que trabalhe.





Pode ser até num canto da cozinha, por exemplo na zona da lavandaria, desde que tenha o espaço necessário e luz natural.


Pode também ser no canto da sala .



Ou ser uma divisão só pra si.



Se tiver muito trabalho deve ter uma grande mesa ou duas, por exemplo se trabalha com várias coisas, costura e crochets, etc.


Organize bem o seu espaço para que esteja sempre arrumado.



Se faz tele trabalho, tenha um cantinho personalizado como se estivesse na empresa.


Além da luz natural tenha sempre pelo menos um candeeiro de trabalho.



O espaço pode ser pequeno ao começar, mas se está cheio/a de vontade, vá em frente. Mais tarde pensa numa solução melhor.



Pode até ter uma ou mais pessoas a trabalhar consigo em sua casa. Não esqueça é de manter um horário, para que quem trabalha consigo também viva a respectiva família e para que a sua própria família não se sinta "a mais", em casa.


Personalize o espaço consoante o trabalho que faz, se chegar alguém para os visitar, rapidamente coloca tudo em ordem.


Se tiver tudo organizado e delimitar o espaço de trabalho a intrusos, verá que é bem sucedido/a.


Alegre esse local onde trabalha e costumize os moveis, dê alegria ao espaço.

E tenha muito sucesso, é o que desejo!

Créditos Micasa, Home and Garden, Desire to inspire, Better homes, Fresh home e La belle vie.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Uma das minhas decoradoras preferidas


Para que se saiba, tenho verdadeira admiração por alguns profissionais portugueses na área da decoração.
Um deles a Ana Antunes....sabem a mentora de Querido Mudei a Casa? A famosa série de TV que muda uma casa entre 48 horas até uma semana, consoante o número de salas e o potencial da casa.
Cheia de pormenores nas suas decorações, onde nada é deixado ao acaso.

Imagens que falam por si, ora vejam:





Certamente também conhecem a Ana Antunes, directora do programa Querido mudei a casa, para mim, a melhor decoradora de serviço ao programa. Também gosto de outros decoradores do programa, mas ela é, a meuver, uma das melhores!
Tira inspiração para  uma decoração, até de uma caixinha de perfume Chanel.












Adoro esta sala de jantar! Muito feminina mas ao mesmo tempo, clássica, confortável.








Imagens do port folio da decoradora e do programa Querido Mudei a casa.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Crafts em trapinho

Veja aqui algumas ideias para fazer coisas de trapinho, para aproveitamentos ou se quiser comprar novelos de fita, já há à venda. Não sei preços porque desde início foi minha intenção dar sumiço a dois sacos de papel da Ikea ,cheios de T-Shirts que dizem estar fora de moda, ou com buracos etc.

Uma das minhas amigas faz pouffs e cortas as sobras de camisas, camisolas, meias já velhas etc e coloca tudo em sacos que faz ela mesma, do formato do pouff. Serve para enchimento. Quando é preciso lavar o pouff, retira o recheio e lava, engoma e volta a colocar o recheio, que está no tal saco de pano ou rede.

Pessoalmente detesto esferovite. Além de ficar muito mole, faz aquele barulho irritante quando alguém se senta. Prefiro desperdício de espuma ou trapo, ou as duas coisas juntas.








Usado como centro de mesa.



Tapete feito com tiras cortadas de camisolas, aqui usado como toalha.


Tapete  feito com tiras de ganga, em tranças que são depois cosidas entre si!


Cesto feito com tiras de tecido entrançadas e cosidas entre si. pode ser cosido à máquina.





Sacos, para  dias de  lazer, ou para compras.





Não esqueça de forrar, para dar resistência ao saco e para que as coisas que guarda, não passem para fora, pelos buracos do crochet.



Para fazer estes sacos, tapetes ou saídas de banho, uma manta para o cão ou tapetes para colocar dentro das camas dos gatos, e tantas outras coisas, como sacos para as compras, para guardar os trabalhos etc, só precisa ter paciência e cortar as tiras de tecido. Estas tiras são cosidas umas às outras porque se fizer nó, o trabalho fica muito imperfeito. 
Depois é só crochetar como se fosse lã, a agulha é que tem de ser grossa porque este trapinho não tem a elasticidade da lã e daí que precise ser confeccionado com agulha mais grossa, para que o trabalho não fique muito duro. No entanto se quiser fazer caixas para divisórias nas gavetas, terá de executar com uma agulha mais fina, para que o trabalho fique duro.

Encontrei na net uns bonecos que ensina,m a cortar o trapinho e vou aqui colocar. Talvez vos dê ideia para fazerem algo para a vossa casa ou apenas uma caminha para um dos vossos Pets.





É assim que se corta as tiras de T-Shirts para fazer os novelos de trapinho. Os restos cortam-se em pedacinhos pequenos, ou maiores e colocam-se  em sacos de pano, serve para enchimento de almofadas. As fronhas podem também ser recicladas (pode fazer de lençóis já muito usados ou rasgados), e que serão o forro para almofadões ou pouffs.






Passo a passo de como se faz:










 

Espero que gostem das sugestões. Já tinha aqui escrito e mostrado o reaproveitamento de tecidos, mas nunca é  demais!! Este post é reformulação de um de 2011.

Um abraço e desejo de um agradável  final de dia !!




Ideias de Gena Resende,  da hatsoutrageous, goinggreencrafters and artists e crochet fiber art.uk

citação do dia



"A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo como os  seus animais são tratados"( Mahatma Gandhi )